Pingente do Orixá Exú - Candomblé - Metal Tom Prateado - Aroma & Magia
  Carregando... Por favor, aguarde...
Contate-nos por e-mail!
Aroma & Magia

Pingente do Orixá Exú - Candomblé - Metal Tom Prateado

  • Imagem 1

Preço:
R$ 5,94
Duvida:
Entrega:
Quantidade:

Descrição do Produto

Exú ou Esú (em Yorubá) é a divindade da fertilidade ("Crescei e multiplicai-vos").

 

É o regulador do cosmos, aquele que esteve no nosso planeta desde o princípio, que coloca barreiras e traça os caminhos a serem seguidos.

 

Erradamente comparado ao Diabo Católico no Brasil, Exú é, na verdade, o intermediário entre os seres humanos e o mundo astral.

 

Segundo Olga Cacciatore em Dicionário dos Cultos Afro-Brasileiros, ele é "o elemento dinâmico de tudo o que existe e o princípio da comunicação e expansão.

 

É também o princípio da vida individual".

 

Não é dele a responsabilidade de decidir sobre o certo ou o errado do que lhe é pedido pelos seres humanos, já que a estes foi dado o livre-arbítrio.

 

Tamanha é a importância de Exú em suas funções de contato entre o real e o supra-real, que é este o responsável em transmitir a resposta dos orixás ao Babalorixá na leitura de Búzios, assim como é dele a função de abrir caminho para a entrada dos "eguns" no reino dos mortos e iniciar qualquer cerimônia, trabalho ou festa nos cultos afro-brasileiros.

 

Mensageiro dos orixás, elemento de ligação entre os homens e as divindades; guardião das casas de candomblé, dono das ruas e dos lugares de passagem (portas, encruzilhadas...).

 

Vital, malicioso, brincalhão e insolente, tem de ser muito respeitado: nada se faz sem ele e sempre é a primeira divindade a receber oferendas e louvações.

 

 

O crente do Candomblé percebe e vive a profunda ligação com o Orixá de maneira constante, a cada momento.

 

Talvez seja justamente isso o que explica a atração que exerce esta cultura sobre o homem com formação cultural ocidental: o sagrado participa do dia-a-dia do homem, sem ser algo de transcendente, longe e separado, e sim uma força ativa na vida humana, que confere energia e ajuda concreta para alcançar os objetivos.

 

Orixás são forças da natureza que nos cercam.

 

São divididos em quatro elementos – água, terra, fogo e ar.

 

Os Orixás não têm sentimentos ou noção de tempo, distância, amor ou ódio.

 

Raciocinam binariamente na base do sim e não e em alguns casos inclui-se um talvez. Os Orixás fazem parte do Inconsciente Coletivo e, por este motivo, influenciam os seres humanos positiva ou negativamente, dependendo da circunstância que gera o fato.

 

Por fazerem parte do Inconsciente Coletivo ou Mente Coletiva, somente se tornam benéficos ao ser humano, quando integrados ao Inconsciente Individual (o nosso subconsciente), que o procura incessantemente, desde o nascimento ou parto.

 

São 400 o número de Orixás básicos divididos em 100 do Fogo, 100 da Terra, 100 do Ar e 100 da Água, enquanto que, na Astrologia, estão apresentados em menores quantidades.

 

Acrescente-se a este fato, a Mistura Inter-Elemental que consiste na mistura entre fogo e água, fogo e ar, fogo e terra, água e terra, água e ar – e terra e ar.

 

Isto gera mais 1200 inter-elementais, que somados aos 400 primordiais, somam 1.600 energias básicas que ciclam e reciclam a natureza com tudo que é vivente, móvel ou imóvel dentro da mesma e inclusive os seres humanos.

 

Enquanto a Astrologia é Heliocêntrica (calculada a partir da movimentação solar), os Orixás são Geocêntricos, ou seja, calculados a partir da movimentação e evolução do planeta Terra.

 

Longe de serem apenas Mitos da Cultura Africana, os Orixás são, na realidade, os Arquétipos do Comportamental Humano sem fronteiras, tão bem descritos e estudados por um dos pais da Psicanálise, Carl Jung.

 

Os que discordaram desta tese foram o próprio Sigmund Freud, que acabou sendo vítima da sua própria psicopatologia e Reich-Lacan, defensores eméritos dos manicômios-judiciários.

 

Os modernos psicólogos adotaram a psicogenética e a ficha de ADN espiritual (encarnações passadas) tão defendida durante séculos por Babalorixás e Ialorixás da Cultura Afro-Brasileira e por Rabinos hebreus com os chamados DJINS.

 

Para finalizar esta pequena apresentação, queremos informar que: TODO SER HUMANO TEM 3 ORIXAS a saber:

 

1º - O Orixá do EGO – "Consciente";

 

2º - O Orixá do ID - "Inconsciente"; e

 

3º - O Orixá do SUPEREGO – "Subserviente".

 

Se considerarmos que todo ser humano é, originalmente gregário (tribal), a integração entre um Ser Humano e os seus Orixás, significa Equilíbrio, Consciência, Sucesso, Reencontro e Fraternidade.

 

É o encontro do EU Interior e o Eu Exterior – Mas será preciso descobri-los e conhecê-los para poder equilibrá-los!

 

Dimensões aproximadas: 2,2 cm de altura x 1,1 de largura x 0,2 de profundidade.

 

Material: metal banhado em tom prateado.

 

Poucas unidades em nosso estoque, por isso aja rápido para garantir o seu!

Deixe seu comentário sobre o produto

Comentários sobre o produto

Este produto não foi comentado ainda. Seja o primeiro a comentar sobre este produto!

Últimos Visualizados por você:

Os últimos produtos visualizados:


Aroma & Magia
Televendas:
info@aromaemagia.com.br
Horário de Atendimento:
24 Horas no Ar!
 

São Paulo - Capital - Não Possuímos Loja Física